Dica 03: Adicionando swap a uma máquina com Linux sem alterar as partições já

Dica 03 – Originalmente postada na lista Linux Ufms em 15 de fevereiro de 2004.

Dica 03: Adicionando swap a uma máquina com Linux sem alterar as partições já
existentes

Há 9 meses mais ou menos, postei a última “dica genérica” … ninguém me
cobrou mais e acabei esquecendo de mandar outras :)
Esta semana alguém (que sinceramente não sei se está nesta lista) me
perguntou se existe um meio para criar um novo swap no Linux sem ter que
reparticionar.

Mas pra que isto ? Alguns exemplos:

1) preciso momentaneamente de muita memória, como para rodar um projeto
… por que gastar $$$ ou reparticionar se é momentâneo ?
2) quando instalei o Linux, coloquei pouco swap e não quero
reparticionar … sei lá, trauma em mexer com tabelas de partições (eu
tenho trauma de mexer com tabela de partições, e daí ?? :)
3) tenho pouco espaço para uma partição Linux no HD e como o Windows usa
muito swap, vou usar o swap Linux junto ao do Windows (essa é mais
complicada, quem quiser, pode ler o HOWTO sobre isso
http://www.tldp.org/HOWTO/Swap-Space.html)

Para os dois primeiros casos, o passo a passo é simples (faça tudo como
root):

# cd /
# dd if=/dev/zero of=novoswap bs=1024 count=102400
# mkswap novoswap

edite o arquivo /etc/fstab e adicione

/novoswap swap swap defaults 0 0

e finalmente, para ativar este swap:

#swapon /novoswap

Observe como agora tem muito mais swap para o sistema (neste exemplo,
substitua o “muito mais” por 100 Mbytes).

# free

Prontinho :)

E explicando tudo:

“cd /” … vai pra raiz (falei que iria explicar tudo

“dd if=/dev/zero of=novoswap bs=1024 count=102400” … pega como arquivo
de entrada (input file, ou if) o /dev/zero (que é um dispositivo do
linux que só serve pra encher de zeros) e cria um arquivo de saída
(output file, of) com o nome de “novoswap” (aqui pode ser qualquer nome,
mas coloquei este pra ajudar a entender). Este arquivo terá blocos de
1024 bytes (block size, bs) e um total de 102400 blocos (count).
Neste exemplo, criamos um arquivo com 100 MB de zeros cujo nome ficou
sendo “novoswap” … pode ser qualquer nome e qualquer tamanho, desde
que tenha espaço em disco para isso

“mkswap novoswap” simplesmente prepara o arquivo para se tornar swap

A linha “/novoswap swap swap defaults 0 0” dentro de
“/etc/fstab” informa para o Linux que ali é um swap. Este arquivo é lido
em toda inicialização do sistema.

One thought on “Dica 03: Adicionando swap a uma máquina com Linux sem alterar as partições já”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *