Dica 11: Como configurar o XGL no Fedora

Dica 11 – Como configurar o XGL no Fedora Core 5

O XGL é uma arquitetura de servidor X que roda sobre OpenGL via glitz. Como muitas pessoas só o viram em execução no Suse (que vem com o XGL por padrão) ou no Ubuntu, resolvi pesquisar para fazer funcionar no meu Fedora também. Você pode ver alguns videos de demostração baixando este arquivo torrent.

O que utilizei aqui ? Tenho um Fedora Core 5, com todas as atualizações, driver da Nvidia instalado (utilizei o repositório Livna para isso) e um Athlon 64 com 512 MB de memória ram e 64 MB de memória de video (numa placa Nvidia GeForce MX 400, beeeem velhinha mas que ainda quebra um galhão :)

Antes de tentar configurar o XGL no seu Fedora, recomendo que veja aqui se sua placa de video é compatível com XGL. Acredite, isso pode evitar muita perda de tempo e dor de cabeça :)

Não vou me prender a detalhes sobre como instalar o Fedora Core 5, como atualizá-lo, ou como instalar o driver da Nvidia utilizando o livna (para isso existe o Fedora Faq que o Eitch já traduziu para o português) o restante ? Segue abaixo:

Configure seu sistema para utilizar o repositório fedoraxgl:

# rpm -Uvh http://fedoraxgl.tuxfamily.org/repository/fedora-xgl-repository-1.0-3.noarch.rpm

Importe a chave GPG do repositório:

# rpm –import /etc/pki/rpm-gpg/RPM-GPG-KEY-AL-CAPCOM

Instale os pacotes necessários (Xgl e Compiz):

# yum –enablerepo=fedora-xgl install compiz xorg-x11-server-Xgl fedora-xgl-settings gset-compiz xgl-hardware-list glitz libsvg-cairo libsvg

Acrescentei alguns pacotes neste comando (mais precisamente fedora-xgl-settings, gset-compiz, xgl-hardware-list, glitz, libsvg-cairo e libsvg) devido a receber comentários de falta de pacotes após a instalação. (agradeço ao Cristiano Furtado por ter sido o primeiro a me avisar).

Ative o Xgl (quando o script perguntar se deseja aplicar as modificações, reponda yes) – aqui você pode ser deslogado da sessão atual, é bom salvar tudo o que está fazendo :)

# gnome-xgl-switch –enable-xgl –auto

Se tudo ocorreu bem, aqui você já estará utilizando o Xgl. Caso queira modificar as configurações, utilize o gset-compiz.

Caso teve algum problema, primeiro verifique se sua placa de video realmente suporta e está configurada para o Xgl, para isso, execute gnome-xgl-info e veja se obtem uma saída semelhante a abaixo:

G nVidia Corporation
1 kmod-nvidia is installed for the kernel release 1.2111_FC5
1 -accel glx:pbuffer -accel xv

Onde a primeira linha está o status da placa (que pode ser Good, Bad, Slow ou Unknown) e o nome da placa de video, na segunda linha está o status 3D (1 ou 0) seguido dos pacotes instalados ou os que estão faltando e a terceira linha é o status do Xgl (também 0 ou 1) e as opçõs recomendadas caso o hardware tenha sido detectado como compatível.

Alguns amigos me reportaram que durante a instalação, o yum reclamou que um dos pacotes não estava assinado e que, para continuar a instalação, tiveram que editar o arquivo de configuração do repositório (/etc/yum.repos.d/fedora-xgl.repo) e desabilitar a checagem de assinatura de pacotes. (verificar se gpgcheck está setado para valor 0, assim: gpgcheck=0).

Caso tenha outros problemas, tente consultar a resolução de problemas dos sites http://en.opensuse.org/Xgl_Troubleshooting e http://gentoo-wiki.com/HOWTO_XGL/Troubleshooting ou me envie um email.

Este tutorial foi escrito usando como base o artigo disponível no FedoraXGL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *